Fisiculturismo e o Envelhecimento

10346626_10152457752128749_1044284286809231646_n

Andreas Cahling, o mestre kame da vida real.

“AIN UIU, QUANDO FIKA VELIU VAI CAIR TUDU”

Não é que “cai tudo”, eu volto a ser normal igual a você! E outra, amigão a ideia é justamente nunca parar com a prática.

Envelhecer é um fato absolutamente natural, faz parte de nossa evolução, todavia, todos os processos de deterioração do nosso corpo não são normais, pois a medicina antienvelhecimento atualmente tem como mensurar e quantificar a sua intensidade através de exames, assim, tendo um programa individual de prevenção efetiva, pois cada um de nós envelhece com determinada intensidade, até nossos órgãos envelhecem de forma distinta, um em relação a outro, por isso no tratamento antienvelhecimento se leva como norte a idade biológica do indivíduo.

A questão é que com o passar do tempo, a expectativa de vida vem aumentando significativamente, anos atrás era raro pessoas passarem dos 40 anos, hoje em dia, no Brasil por exemplo, a expectativa de vida é em torno de 80 anos, e alguns estudiosos defendem que no final do século já estará beirando os 200, aí nesse ponto se faz necessário analisar a qualidade de vida que será percorrida durante toda nossa longevidade.

Os hormônios não param de ser produzidos porque envelhecemos, nós envelhecemos porque os hormônios param de ser produzidos. Assim, uma modulação hormonal se faz necessária, pois assim, se controlado em alguns casos o ser humano pode até recuperar funções que já até tinha perdido ao longo do tempo, poucas pessoas se dão conta mas assim como as mulheres entram em menopausa, os homens entram em andropausa que a partir dos 30 anos(aproximadamente) começa a decair os níveis hormonais, e acarretando problemas até então encarados como um fenômeno normal do envelhecimento, pois quando os hormônios masculinos caem, os femininos aumentam, causando efeitos devastadores tais como irritabilidade, diminuição cognitiva,  anti-socialização, fica rabugento.

Analisemos o Alzheimer, um mal que afeta cerca de 80% das pessoas com mais de 80 anos. Os neurônios se comunicam entre si através de terminais como se fossem uma fiação, chamados de dendritos, e ao longo do envelhecimento, para esses dendritos se manterem capazes de se conectar um com os outros, se precisa de fatores neurotróficos que são proteínas que precisam ser produzidas nesses terminais neuronais, e agora amigos, conta pro tio aqui, o que você acha que precisa pra manter essa síntese proteica?! HORMÔNIOS, os quais não consegue só por alimentação equilibrada. Assim, se fazendo uso do que podemos chamar de TRH(Tratamento de Reposição Hormonal), que onde através de exames feitos a partir do momento que sua produção hormonal começa a decair, se faz acompanhamento médico para a dosimetria da modulação hormonal, para ajustar o quanto é necessário para seu corpo. Assim, indiferente da idade seus níveis se manterão sempre em 100%, mantendo uma idade biológica mais saudável.

E claro aliado a uma prática esportiva, e é aí que o bodybuilding se encaixa, pra se manter sempre o desenvolvimento do corpo, fazendo uma alusão aquela frase clichê “mens sana in corpore sano”, que numa tradução seria “mente sã, corpo são”, como disse Mike Mentzer “O homem, é uma entidade indivisível, uma unidade integrada de mente e corpo”. Assim a musculação vem como um meio pra evitar a flacidez da pele, manter a força funcional do corpo, a manutenção da postura, auxiliar na circulação sanguínea, entre outros inúmeros benefícios. Se feita da forma correta.

Com o devido acompanhamento profissional, tanto a questão da administração exógena de recursos ergogênicos quanto a prática de exercícios resistidos, de forma consciente podem propiciar um decorrer biológico totalmente distinto do cronológico. Com plena saúde. Se você observar fisiculturistas aposentados como Dorian Yates, Vincent Taylor, Frank Zane, todos em excelente físico, e até alguns que ainda competem, vide exemplo de Bernie Cooper. Ou seja, envelhecer com saúde é plenamente possível, basta a boa e velha disciplina necessária para tal.

Bernie Cooper, atleta com 68 anos.

Bernie Cooper, atleta com 68 anos.

 

Hey se tiverem interesse:

Twitter: @VulgoShock

Instagrão: @vulgoshock