Aumenta o som, pois o pré-treino é dos bons!

E qual pessoa que não tem um trilha sonora para momentos específicos, imagino que com a maioria de vocês acontece isso, o treino fica nitidamente melhor se tem como trilha sonora um som que seja de nossa preferência, tanto é, que há estudos que comprovam isso, em um estudo o pesquisador Costas Karageorghis, da Brunel University, em Londres sugere que a música tem a capacidade de melhorar até 15% do seu rendimento esportivo, onde o resultado do som durante os exercícios pode ser comparado ao estímulo de pré treinos (medicamentos legalizados para melhorar o desempenho), além de que com a música correta o atleta fica mais concentrado em seu objetivo, conseguindo aquela repetição extra ou não ter plena ciência do espaço que percorreu, indo além daquele planejado, pois a música também aumenta a resistência, para um atleta de alto rendimento isso pode gerar uma diferença importante.

BCgrFXBCEAAhx-_

A música tem a capacidade de nos transportar para determinado lugar imaginário, ou pelo menos nos fazer lembrar de algo específico, um exemplo fácil é: quem nunca ao ouvir Eye of the Tiger vendo o Rocky treinando e sentiu vontade de sair por aí correndo em escadarias e fazendo flexões.

Cada atleta tem seu gosto específico pela sua música de treino, geralmente os estilos mais comuns são rock, rap internacional, progressive house, e por aí vai, eu mesmo gosto de dubstep durante o treino, é uma forma com que eu esvazio a mente e consigo me concentrar no exercício, como se meu corpo agisse igual uma máquina, e as músicas que tocam em vídeos motivacionais de fisiculturismo, é como se eu me transportasse pra’quele lugar, eis um dos meus preferidos:

A música tem grande importância no desempenho esportivo pelo fato de ser concorrente da dor, sendo uma “distração” para a mente, assim camuflando a fadiga, distraindo o indivíduo e tirando sua atenção, regulando a sensação dolorosa de músculos cansados.

Os fatos são uníssonos em relação que a música possui com o desempenho, além disso ela pode estimular de outras formas, ainda temos músicas que abaixam batimento cardíaco e controlam a pressão arterial, estimulam funções cerebrais – tais como centros de aprendizagem de línguas, memória e outros.

A música que é reproduzida no vídeo abaixo, é daquelas músicas que eu preciso ouvir todo treino, principalmente quando é aquela última série, que é a mais pesada, e demanda mais da sua mente e também do seu corpo, é quando minha mente se esvazia de todo o resto que não convêm pro determinado momento e meu corpo age como uma máquina, me vem na mente enquanto a música é reproduzida o discurso do Ronnie Coleman:

“Eu apenas tinha um desejo em chamas, em ser bem sucedido na vida. Eu sempre tive isso, nasci com isso, e acordo todas as manhãs com isso!”

Então amigo, sempre carregue com você seus fones, para evitar de ouvir aquela música tocando no som da academia, a música que vai literalmente tirar seu tesão por treinar(a não ser que você seja adepto da psicologia reversa). A música te tira de aglomerações, e te transporta pro seu mundo, prefira seu mundo particular, trabalhe em silêncio, deixando assim, que os resultados falem por você.

 

Twitter: @VulgoShock

Instagram: @vulgoshock