Mia Khalifa lança pack com fotos sensuais uma semana após petição

A influenciadora digital Mia Khalifa lançou em suas redes sociais packs com fotos sensuais dela. A atitude revoltou fãs que à ajudaram em uma petição para que seus vídeos fossem removidos da web.

A petição para retirada do conteúdo de filmes pornográficos feitos por ela há alguns anos atrás chegou a mais de um milhão e meio de assinaturas.

Mia afirma que era muito inocente e que ganhou apenas U$12.000 com as filmagens, muito pouco perto do buzz que ela gera no universo pornográfico.

O problema, para alguns fãs, foi que apenas uma semana depois de ela mobilizar milhões de pessoas ao redor do mundo para que seus vídeos fossem retirados do ar, ela própria fomentou conteúdo erótico utilizando a sua imagem, vendendo packs de fotos sensuais.

Packs de fotos sensuais consistem em, como o nome diz, fotos sensuais vendidas na internet.

Via de regra, os valores são decididos de acordo com o tipo do pack.

Mia Khalifa

Mia fez este post para divulgar o novo trabalho, mas a quantidade de críticas contundentes fez com que ela apagasse algum tempo depois.

Os packs seriam vendidos no site NTWK e os modelos de compra ainda estão no ar. Mia Khalifa separou os packs em Bronze, Prata e Ouro.

A revolta dos fãs de Mia Khalifa

Os fãs que ficaram chateados com a atitude de Mia alegam que foram feitos de palhaços e que acreditaram que a luta dela era contra a objetificação feminina e a pornografia, acreditando que ela quebrou a própria palavra ao vender produto análogo à pornografia.

Apesar da repercussão negativa, muitos fãs defenderam o trabalho feito por Mia, alegando que o que ela queria era que os vídeos fossem removidos, mas que se ela quisesse produzir um conteúdo que ela própria gerenciasse, era direito dela.

O que sabemos é que isso ainda vai dar pano pra manga, uma vez que Mia Khalifa entende muito de marketing digital.