Homem elimina bandido e precisa pagar fiança de R$8.312,00 para não ficar preso

Um homem está vivendo um drama terrível na região metropolitana de Curitiba, na cidade de Pinhais.

Reinaldo Locatelli teve sua vida virada do avesso após eliminar um bandido que invadiu sua casa para roubar uma moto.

homem

O detalhe é que o criminoso tombado morto tinha 4 mandados de prisão em aberto e era considerado um bandido de alta periculosidade.

Apesar de uma câmera de segurança ter registrado todos os passos do ladrão, Reinaldo Locatelli, dono do imóvel, provavelmente não terá vida fácil perante a lei.

Seu crime? Segundo depoimento do Delegado Hermínio de Paula à Ric Mais, homicídio.

“A situação que ele cometeu se amolda ao artigo 121 do Código Penal, qual é? Matar alguém. Eu tenho que enxergar o que a lei me determina. A lei para o delegado é homicídio, se o cidadão fosse pego furtando, ele seria autuado em flagrante pelo crime de furto da motocicleta”, disse o Delegado responsável pelo caso.

Ainda segundo o Delegado, a legítima defesa não se encaixa na situação pois o bandido já estava na rua com a moto do empresário quando sofreu o disparo fatal.

Em entrevista ao Portal Ric Mais, o pequeno empresário afirmou que não tinha a intenção de matar Jhonatan Zambom:

“Em nenhum momento eu penso em matar essa pessoa. Em nenhum momento eu penso em tirar a vida de alguém ou desse rapaz. Foi um momento muito de tensão, de terror. Pelo fato das ameaças que eu sofri, que eu venho sofrendo agora também. Foi um momento de calor que infelizmente veio a tirar a vida desse rapaz. Mas em nenhum momento eu agi conscientemente em virtude de tirar a vida dele”, esclareceu.

As ameaças que Reinaldo afirma ter sofrido foram quando o criminoso foi pego no flagra, foi para a rua, mas voltou afirmando que ia matar Reinaldo.

Há ainda um outro agravante nesta situação, segundo a justiça, a arma que Reinaldo Locatelli possuía em casa não estava legalizada.

Apesar de não ser uma arma fria, ela era de artigo da família e não estava com os documentos em dia perante o estado, algo que aparentemente é mais imperdoável do que assaltar uma família.

A dúvida que fica é a seguinte: Se Reinaldo não tivesse a posse desta arma, o que o criminoso poderia ter feito com ele e com sua família?

Após eliminar Jhonatan Zambom, de 30 anos, Reinaldo Locatelli ligou para a Polícia Militar e entregou-se, aumentando seu calvário e permanecendo preso por 24 horas até que uma fiança fosse perpetrada para a sua soltura.

O valor afixado foram de absurdos R$8.312,00, nada menos que 8 salários mínimos. Além do portão quebrado e a moto avariada provocada pelo bandido, o estado provocou mais este prejuízo para um cidadão que não possuía antecedentes criminais e só estava salvando seus entes queridos.

Para finalizar o início do sofrimento de Locatelli, ele deverá se apresentar mensalmente à justiça até que o caso seja finalizado.

Tagshomem

Você talvez possa gostar