Estudo afirma que homens são mais narcisistas que mulheres

Se eu te dissesse que os homens são mais narcisistas que as mulheres, você acreditaria? Pois a sua opinião poderá ser influenciada nas próximas vezes a partir de uma pesquisa feita pela Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos. Recoste e curta.

narcisistas

o narcisismo do tipo sensação de privilégio é o mais recorrente entre os homens e o que conta com um abismo consideravelmente maior entre homens e mulheres

Foram analisadas nada menos que 355 pesquisas sobre o assunto, num período de 31 anos, para chegar à conclusão de que os homens possuem comportamentos narcisistas com frequência maior do que as mulheres.

Uma pesquisa recente mapeou os três tipos predominantes de narcisismo: O interesse agudo por si, o exibicionismo e a sensação de privilégio. O hiato entre homens e mulheres é consideravelmente maior no tipo “sensação de privilégio”. Segundo conclusão da pesquisa, os resultados podem remeter às expectativas sociais e estereótipos de gênero.

Quais as explicações dos pesquisadores para explicar que os homens são mais narcisistas que as mulheres?

“Todo mundo tem a habilidade de observar ao seu redor e se familiarizar com os papéis de gênero desde pequeno. Da mesma maneira, todo mundo naturalmente lida com repreensões devido a transgressões sociais. Mulheres, em particular, costumam receber mais críticas por serem autoritárias e agressivas, o que cria uma pressão em cima delas para que elas controlem manifestações de comportamento narcisístico” ,  afirmou a professora Emily Grijalva, uma das pesquisadoras que comandaram o estudo.

“Hoje o narcisismo é relacionado com muitas disfunções sociais, como dificuldade de manter relacionamentos longos e saudáveis, além de hábitos desonestos e hostis. Porém, ele também pode aumentar a autoestima, promover a estabilidade psicológica e indicar uma tendência à liderança”, completou.

E você, o que acha? Homens são mesmo mais narcisistas que as mulheres? Se depender da nossa coluna de fisiculturismo, provavelmente somos sim, uma vez que cultuar o corpo nesta modalidade de esporte é essencial.