Vai votar no Tiririca, revolucionário?

Várias pesquisas mostram que o “abestado”, como o próprio Tirirca se intitula, poderá conseguir o expressivo quórum de quase um milhão de votos. Uma quantia generosa, já que com menos que isso já é possível se eleger em São Paulo.

O motivo dado por quem vota no palhaço é “protestar contra os corrúptos”, um protesto burro e vazio. A maior arma que a população tem contra políticos corrúptos é o voto, mas não é votando de qualquer jeito e em qualquer um que a população conseguirá mudar alguma coisa, mas sim ESTUDANDO os candidatos.

O povo brasileiro é fácil de enganar pois em geral é preguiçoso, prefere escolher sempre o caminho mais fácil para os fins, o problema é que o caminho mais fácil, apesar de menos sinuoso leva a fins catastróficos. A maioria do povo que votará no Tiririca ou em outros fantoches como o Romário e o Maguila, na semana seguinte estará no boteco reclamando da vida, dos impostos, das roubalheiras, do dinheiro nas cuécas e na mesma noite falará sobre os palhaços eleitos e soltará gargalhadas istéricas, como se estivesse se vingando dos políticos corrúptos, quando na verdade ajudou de forma indireta a colocá-los lá. Lembra do Valdemar Costa Neto, revolucionário? Aposto que não, ele renunciou ao cargo de deputado federal em 2005 para não ser cassado. Votando no Tiririca, bandidos como ele podem ser eleitos.

A manobra política de escolher uma figura quase patética como o Tiririca para incitar a população a votar como forma de protesto foi uma tacada de mestre do PR, partido que tem como número principal o 22. Para alguns, o fato de ser tão ridícula a candidatura de uma figura como o Tiririca fez resurgir expressões como “vou votar nele pois não vai ganhar mesmo” e “vou votar nele em forma de protesto”. Ledo engano, meus caros, o Tiririca desde o início de sua campanha tinha grandes chances de ganhar pois seu número para deputado federal, o 2222, é o mais importante de sua legenda, ou seja, não é nenhuma surpresa a candidatura do mesmo, muito menos a eleição, foi uma ação calculada e que está funcionando.

Quando vi os vídeos dele pipocando no Insoonia, Não Salvo e Vivo na Rede já imaginei que fosse um tiro no pé, o que se confirmou com o aviso do Bobagento no Twitter de que essa trollagem na verdade ia terminar em eleição pro cabra. Óbvio que a maior culpa não é deles, a maior parte da população não tem acesso à internet, o boom nas ruas proporcionados pelos 500 mil reais e o escândalo midiático foram um ima para os “revolucionários de araque” que acham que votando nele estarão protestando.

Hoje, blogs como o Brogui e o Haznos e matérias publicadas na Folha mostram o quanto o Brasil pode perder com a candidatura deste homem, não deixe de conferí-los.

Brasileiro, faça a sua parte, vote com RESPONSABILIDADE, pois o simples ato de votar mudará a sua vida pelos próximos 4 anos, e isso é muito tempo pra ficar refém de uma brincadeira besta.

Pra terminar, se você ainda não entendeu, veja abaixo o excelente vídeo criado pelo site Charges.com sobre o “Quociente Eleitoral”:

2 comentários

Leave a reply