Não, se o Brasil fosse atacado, ele não aguentaria apenas uma hora de guerra

Corre um boato antigo na internet de que o Exército do Brasil teria munição para apenas uma hora de guerra, caso fosse atacado. Isto é uma meia verdade. Por não estar em guerra declarada com nenhum país, a CBC, empresa que detém o monopólio da munição no Brasil, não produz mais munição que o necessário para treinamentos e proteção de fronteiras. O motivo de nosso país não produzir munição para est...